Todos os poemas aqui postados são de autoria de Ineifran Varão

TODOS OS POEMAS AQUI POSTADOS SÃO DE AUTORIA DE INEIFRAN VARÃO

Este blog é exclusivamente para postagem do moderníssimo varano, estilo de poema criado por Ineifran Varão, cujas regras e orientações estão disponíveis para todos os poetas que desejarem praticá-lo.

quarta-feira, 27 de março de 2013


UM DIA HOUVE UM ‘ZOREIA’

Seu Zé Correia
Ou seu ‘Zoreia’
Também chamado
Era afamado
... Na região!

Quando ele ria
Não mais se via
A orelha dele
Igual aquele
... Nunca vi não!

Contava estória
Sempre em vitória
No acontecido...
Nunca vencido
... Bicho era o cão!

Um dia contou
(O que espantou)
Que até morreu
Pulou e desceu
... Do seu caixão!

Matava onça
Co’a geringonça
Duma espingarda
Pintada ou parda
... Lá no sertão!

Um dia sumiu
Ninguém mais viu
Zoreia andar
Prosear, contar
... Chegou São João

Fogueira acesa
Comida à mesa
Lá vem Zoreia
Sujo de areia
... Colher na mão!

Contou pra Noca:
̶  Virei minhoca
Vim vê ocês
De última vez
... Lá embaixo é bão!

̶  Come-se terra
Ninguém se ferra
Num tem ‘zovido’
Sou mais comprido
... Curto meu chão!

̶  O ser humano
Vive de engano
Só faz besteira
Vida fuleira
... Volto mais não!