Todos os poemas aqui postados são de autoria de Ineifran Varão

TODOS OS POEMAS AQUI POSTADOS SÃO DE AUTORIA DE INEIFRAN VARÃO

Este blog é exclusivamente para postagem do moderníssimo varano, estilo de poema criado por Ineifran Varão, cujas regras e orientações estão disponíveis para todos os poetas que desejarem praticá-lo.

quarta-feira, 27 de março de 2013


PAZ PARA TODOS

‘Molengotengo
Não verdolengo
Ficou o mamão!
Caiu no chão
... Virou bagaço’!

- Contou-me a cana
Muito sacana
Fazendo troça
Por ser da roça
... E dar melaço!

Mamão, coitado,
Não foi culpado
É do quintal
E lá há pardal
... E há sanhaço

A juriti
E o bem-te-vi
Riram das plantas
Que já são tantas
... Que falta espaço

- O jameleiro
Grande e altaneiro
Dá Jamelão
Mas suja o chão
... Suja o terraço

Só respondi
O que aprendi:
- A fauna e a flora
Vão ter agora
... Que dar u’abraço!

Depois, então,
Peçam perdão!
Assim fizeram
E proliferam
... Em grande laço!